O vôo da Gaivota


O VÔO DA GAIVOTA

(Nos Céus do Grande Espírito)

Gaivota amiga, voe livre!É hora de voltar para casa.Suas asas estão curadas.O Grande Espírito abriu o portal: voe!Fique tranqüila e olhe para cima.O seu corpo ficou lá embaixo, na areia da praia.A Mãe Terra o agasalhará.Mas você continuará voando...Além do horizonte, muitas amigas a esperam.É hora do reencontro. Voe!Nos céus da Terra, muitas gaivotas sentirão saudade de você.Mas, tudo tem seu tempo, e é hora de ir para outros céus...Voe, amiga, mais alto do que nunca, para além do infinito...Não se preocupe com nada, apenas voe!Sim, apenas voe, voe, voe...(Estes escritos são dedicados às pessoas que perderam gaivotas queridas.Oxalá, elas fiquem bem, sabendo que suas queridas gaivotas continuam voando,em outros céus, além da Terra, com seus corpos de luz, BEM VIVAS!).

Wagner Borges