Coisas do amor

Coisas do amor

Por que um coração escolhe o outro, nunca vou saber. Há coisas para as quais não temos respostas, nem explicações, são mistérios da vida. Às vezes o amor toma conta da gente sem pedir licença. Chega devagarzinho, muitas vezes disfarçado, invade e pronto: se instala! E mesmo se dizemos não, ele fica lá, teimoso, empacado. E aí não tem jeito, precisamos conviver com ele, aceitá-lo.

Porque ele não desiste facilmente uma vez que decidiu enviar as flechas numa determinada direção.

Ele contraria nossas regras, às vezes mesmo nossos gostos, nos faz fazer coisas que antes julgávamos ridículas, nos deixa bobos e felizes. Muda nossos hábitos, nos faz amar música lenta, sonhar acordados e passar noites em claro, ou então nos acorda em plena madrugada. E nos faz ver estrelas, gostar de lua e de poesia. Ah! O amor nos faz perder o juízo!

Torna adolescentes em adultos e velhos em adolescentes: não existe regra, não existe idade, não existe nada além dele. Se é surpresa para corações jovens, para os mais vividos é um presente dos céus, pois chegou na hora em que não se acreditava mais possível. A esse é dado mais valor, nem mesmo tem preço.

Ele nos faz andar sem ter os pés na terra, nos dá asas, nos transporta e muitas vezes nos fere. Mas de ferida boa, dessas que a gente sofre mas conhece o remédio. Ah! E esse remédio!… Cura tudo, esquece tudo. A raiva da manhã já não tem mais o mesmo sentido à noite. O amor passa esponja como ninguém, só ele mesmo é que conta.

E esse amor que nos libera e nos deixa cativos é também a razão da nossa esperança, porque nos motiva, nos incita a ir mais além, nos dá força e coragem, mesmo se às vezes parece nos deixar débeis e frágeis.

Mas ele é contraditório e, por isso mesmo, fascinante. Com ele vivemos; sem ele, apenas passamos pela vida. São assim as coisas do amor.

rivalcir.com

Sinto saudades

Sinto saudades de tudo que marcou a minha vida.
Quando vejo retratos, quando sinto cheiros, quando escuto uma voz, quando me lembro do passado... Eu sinto saudades... Sinto saudades de amigos que nunca mais vi,
de pessoas com quem não mais falei ou cruzei...

Sinto saudades da minha infância, do meu primeiro amor,
do segundo, do terceiro, do penúltimo e daqueles que ainda vou ter, se Deus quiser... Sinto saudades do presente, que não aproveitei de todo, lembrando do
passado e apostando no futuro... Sinto saudades do futuro, que se idealizado, provavelmente não será do jeito que eu penso que vai ser... Sinto saudades de quem me deixou e de quem eu deixei!

De quem disse que viria e nem apareceu...De quem apareceu correndo, sem me conhecer direito... De quem nunca vou ter a oportunidade de conhecer. Sinto saudades dos que se foram e de quem não me despedi direito!

Daqueles que não tiveram como me dizer adeus... De gente que passou na calçada contrária da minha vida e que só enxerguei de vislumbre! Sinto saudades de coisas que tive e de outras que não tive mas quis muito ter!

Sinto saudades de coisas que nem sei se existiram.
Sinto saudades de coisas sérias, de coisas hilariantes,
de casos, de experiências... Sinto saudades dos livros que li e que me fizeram viajar! Sinto saudades dos discos que ouvi e que me fizeram sonhar. Sinto saudades das coisas que vivi e das que deixei passar... sem curtir na totalidade. Quantas vezes tenho vontade de encontrar não sei o que... não sei onde... para resgatar alguma coisa que não sei o que é e nem sei onde perdi...

Vejo o mundo girando e penso que poderia estar sentindo saudades em japonês, em russo, em italiano, em inglês... mas que minha saudade, por eu ter nascido no Brasil, só fala português, embora, lá no fundo, possa ser poliglota. Aliás, dizem que costuma-se usar sempre a língua pátria, espontaneamente Quando estamos desesperados... Para contar dinheiro... Fazer amor... Declarar sentimentos fortes...

Seja lá em que lugar do mundo estejamos. Eu acredito que um simples "I miss you" ou seja lá como possamos traduzir SAUDADE em outra língua, nunca terá a mesma força e significado da nossa palavrinha. Talvez não exprima corretamente a imensa falta que sentimos de coisas ou pessoas queridas. E é por isso que eu tenho mais saudades...

Porque encontrei uma palavra para usar todas as vezes
em que sinto este aperto no peito, meio nostálgico, meio gostoso, mas que funciona melhor do que um sinal vital quando se quer falar de vida e de sentimentos. Ela é a prova inequívoca de que somos sensíveis!

De que amamos muito o que tivemos...E lamentamos
as coisas boas que perdemos ao longo da nossa existência...


Antonio C. A. dos Santos -

Além da obrigação...

Além da obrigação...

Um homem foi chamado à praia para pintar um barco. Trouxe tinta e pincéis e começou a pintar o barco de um vermelho brilhante, como fora contratado para fazer.

Enquanto pintava, notou que a tinta estava passando pelo fundo do barco. Procurou e descobriu que a causa do vazamento era um buraco e o consertou. Quando terminou a pintura, recebeu seu dinheiro e se foi.

No dia seguinte, o proprietário do barco procurou o pintor e lhe entregou um cheque de grande valor. O pintor ficou surpreso e disse:
- O senhor já me pagou pela pintura do barco.
- Mas isto não é pelo trabalho de pintura - disse o homem - é por ter consertado o vazamento do barco.

- Foi um serviço tão pequeno que não quis cobrar. - acrescentou o pintor - Certamente o senhor não está me pagando uma quantia tão alta por algo tão insignificante!

- Meu caro amigo, você não compreendeu. - disse o proprietário do barco - Deixe-me contar-lhe o que aconteceu. Quando pedi a você que pintasse o barco, esqueci de mencionar o vazamento. Quando o barco secou, meus filhos o pegaram e saíram para uma pescaria.

Eu não estava em casa naquele momento. Quando voltei e notei que haviam saído com o barco, fiquei desesperado, pois me lembrei que o barco tinha um furo. Grande foi meu alívio e minha alegria quando os vi retornando, sãos e salvos.

Então, examinei o barco e constatei que você o havia consertado. Percebe, agora, o que fez? Salvou a vida de meus filhos! Não tenho dinheiro suficiente para pagar-lhe pela sua "pequena" boa ação...

Se em nossa ação diária fizermos como aquele pintor, certamente o mundo pode ser diferente. Muitas vezes nos limitamos nossas ações apenas à nossa obrigação. Fazer o que nos compete, com disposição e zelo, é apenas cumprir um dever.

Analise muito bem uma situação e veja se é preciso que você faça algo além do seu dever, um "algo mais", sem que ninguém peça.
rivalci.com

As nove coisas

As nove coisas

Um sofista se aproximou de Tales de Mileto, um dos Sete Sábios da Grécia Antiga, e intentou confundi-lo com as perguntas mais difíceis. Porém o Sábio de Mileto esteve à altura da prova porque respondeu a todas as perguntas sem a menor vacilação e assim mesmo com a maior exatidão.

1 - Qual é a coisa mais antiga?
Deus, porque sempre tem existido.

2 - Qual é a coisa mais formosa?
O Universo, porque é obra de Deus.

3 - Qual é a maior de todas as coisas?
O Espaço, porque contém todo o Criador.

4 - Qual é a coisa mais constante?
A esperança, porque permanece no homem depois que haja perdido todo o mais.

5 - Qual é a melhor de as coisas?
A Virtude, porque sem ela não existe nada de bom.

6 -Qual é a mais rápida de todas as coisas?
O Pensamento, porque em menos de um minuto pode voar até o final do Universo.

7 - Qual é a mais forte de todas as coisas?
A Necessidade, porque faz com que o homem enfrente todos os perigos da vida.

8 - Qual é a mais fácil de todas as coisas?
Dar conselhos.

Porém, quando chegou à nona pergunta, nosso Sábio disse um paradoxo.

Deu uma resposta que, estou seguro, não foi jamais entendida pelo mundano interlocutor, e que, para a maioria das pessoas terá um sentido superficial.

A pergunta foi esta:
9 - Qual é a mais difícil de todas as coisas?

E o Sábio de Mileto replicou: Conhecer a si mesmo.

A coragem de enfrentar seus medos

A coragem de enfrentar seus medos

Diz uma antiga fábula que um camundongo vivia angustiado com medo do gato.

Um mágico teve pena dele e o transformou em gato. Mas aí ele ficou com medo de cão, por isso o mágico o transformou em pantera.

Então ele começou a temer os caçadores.

A essa altura o mágico desistiu.

Transformou-o em camundongo novamente e disse:
Nada que eu faça por você vai ajudá-lo, porque você tem apenas a coragem de um camundongo. É preciso coragem para romper com o projeto que nos é imposto.

Mas saiba que coragem não é a ausência do medo, é sim a capacidade de avançar, apesar do medo; caminhar para frente; e enfrentar as adversidades, vencendo os medos... É isto que devemos fazer.

Não podemos nos derrotar, nos entregar por causa dos medos. Assim, jamais chegaremos aos lugares que tanto almejamos em nossas vidas...
rivalcir.com

Falando com o coração...

"Deus não escuta a voz e sim o coração...
Portanto quando os problemas aparecerem, temos que fazer a nossa parte para solucioná-los.
Os atos, que afinal, indicam a nossa vontade, bem como o amor e a amizade, não se falam, não se declaram, apenas se sentem.
Não adianta alguém de um amigo chamarmos se por dentro o desprezamos.
Temos que sentir o sentimento com sinceridade, assim se consegue a felicidade, assim se consegue espalhar a felicidade, o bem estar, assim estamos capacitados para amar, e para nossa energia doar...
Portanto, a verdade não tema, quando a sinceridade é o lema..."



(Marcial Salaverry)

O muro

O muro

Compare o seu problema a uma muralha. Cada vez que você olha para ele e se julga incapaz de resolvê-lo, aumenta uma camada de pedras ou tijolos, aumentando a sua altura e largura, formando uma barreira intransponível.

Mas quando você resolve encarar de frente, quando se decide pala luta direta, e começa imaginar maneiras de transpor a barreira, começa a quebrar tijolos, a remover fiadas, e o problema, por maior que seja, começa a ficar pequeno.

E quanto maior a determinação, quanto maior o desejo de vencer os seus limites, menor o muro fica, menor a dificuldade.

Seus limites, limites que você se impõem, algemas que te prendem a dor, a miséria, muletas que não te deixam correr, que te fazem rastejar e sofrer, pedir migalhas quando merece um banquete.

Lá está o problema, aqui está você, se sentar e chorar, ele cresce e te domina, se mesmo entre lágrimas, você partir para cima dele, com a picareta da fé e o martelo da determinação, ele vai cair, não vai restar pedra sobre pedra, e você será mais forte, determinado, invencível.

E cada novo muro, cada desafio, cada pedra derrubada te fará um vencedor. E se te faltarem forças , busque a Deus, e Ele te responderá, pelo teu ânimo, Ele agirá, e serás abençoado com o que nem imaginas, pois Ele admira quem tem fé e não desiste de lutar.

"Clama a mim, e responder-te-ei, e anunciar-te-ei coisas grandes e ocultas, que não sabes." (Jeremias 33:3)

(Paulo Roberto Gaefke)

Quase acreditei...

Quase acreditei...

Quase acreditei que não era nada
Ao me tratarem como nada.

Quase acreditei que não seria capaz
quando não me chamavam , por acharem que eu não era capaz.
Quase acreditei que não sabia
quando não me perguntavam por acharem que eu não sabia.

Quase acreditei ser diferente
entre tantos iguais, entre tantos capazes e sabidos, entre
tantos que eram chamados e escolhidos.

Quase acreditei estar de fora
quando me deixavam de fora porque... que falta fazia?
E de quase acreditar adoeci;
busquei ajuda com doutores, mestres, magos e querubins.

Procurei a cura em toda parte e ela estava tão perto de mim.
Me ensinaram a olhar para dentro de mim mesmo e perceber
que sou exatamente, como os iguais que me faziam diferente.

E acreditei profundamente em mim.
E tenho como dívida com a vida fazer com que cada ser humano
se perceba, se ame, se admire de si mesmo, como verdadeira
fonte de riqueza.

Foi assim que cresci:
acreditando.

Sou exatamente do tamanho de todo ser humano.
E por acreditar perdi o medo de dizer, de falar, participar,
e até de cometer enganos.

E se errar?
Paciência, continuo vivendo por isso aprendendo.
E errar é humano.

Dar

Dar

Se você quer alguma coisa, dê-a! Não parece um despropósito? É mais fácil conseguir o que se quer abrindo mão de parte do que já se tem. Quando um agricultor quer mais sementes, pegas as que tem e entrega-as à terra. Quando você quer um sorriso, oferece o seu. Quando quer afeto, dá afeto. Quando ajuda as pessoas, elas o ajudam. E quando quer um beijo na boca? Beija a boca de alguém.

E se quiser que as pessoas lhe dêem dinheiro? Dê um pouco do seu. Pense nisso. Se a fixação e o apego excessivo impedem o fluxo de coisas boas para a sua
vida, talvez a atitude oposta seja o desprendimento: o de entregarmos uma coisa que valorizamos muito. O que você dá tende a voltar a suas mãos...

Quantas vezes a gente ouve esse tipo de história... "um velho miserável e pão-duro, que praticamente passava fome, morreu com um milhão de dólares debaixo do colchão?".

Aí vem a pergunta: se é preciso dar para receber, o que aconteceu neste caso?

Aí eu respondo: seu saldo bancário não é a medida de sua abundância. Abundância é aquilo que circula em sua vida. A prosperidade é um fluxo: dar e receber. Se você tem uma fortuna depositada na Suíça e não a usa, esse
dinheiro não o está enriquecendo. Tecnicamente é seu, mas na realidade você não "recebe" nada dele.

Esse dinheiro não o torna abundante e podia muito bem
pertencer a outra pessoa. Portanto, o princípio de dar e receber continua valendo mesmo assim. Em poucas palavras: o macete consiste em dar sem querer nada em troca. Se você espera um retorno, está fixado no resultado - e quando nos fixamos no que quer que seja, pouca coisa acontece.

E não devemos gozar das nossas posses pessoais? Claro que sim! Basta ter certeza de que é você que as possui,
e não são elas que possuem você.

Andrew Matthews

Reflexão...

"Conte as bençãos que lhe enriqueceu a vida, em anotando os males que porventura lhe visitem o coração, para reconhecer o saldo imenso de vantagens a seu favor."


(André Luis/Chico Xavier)



Reflexão...

Image Search
"Nada pode curar a sua alma, a não ser os sentidos.
Assim como nada pode curar os sentidos, a não ser a alma."


(Oscar Wilde)

Gratidão

Charles Plumb era piloto e, certa vez, seu avião foi derrubado, durante uma missão de combate.

Ele saltou de pára-quedas, salvando a vida. Caiu em campo inimigo, foi capturado e passou seis anos como prisioneiro.

Sobreviveu e ao retornar ao seu país, começou a fazer palestras, relatando a sua odisséia e o que a prisão lhe ensinara.

Certo dia, em um restaurante, foi saudado por um homem: "Olá, você é Charles Plumb, o piloto que teve seu avião derrubado, não é mesmo?"

"Sim", respondeu. "como você sabe?"

"Ora, era eu quem dobrava o seu pára-quedas. Parece que funcionou bem, não é verdade?"

O piloto ficou boquiaberto. Muito grato, afirmou: "Claro que funcionou, caso contrário eu não estaria aqui hoje."

Naquela noite, ele não conseguiu dormir, pensando e pensando.

"Quantas vezes vi esse homem no porta-aviões e nunca lhe disse 'bom dia?' eu era um piloto arrogante e ele, um simples marinheiro."

Pensou nas horas que o marinheiro passou humildemente no barco, em meio a tantos outros pilotos, tão senhores de si, como ele próprio se considerava.

Pensou que o marinheiro teve em suas mãos habilidosas, que enrolavam os fios de seda dos pára-quedas, as vidas de tantos que nem conhecia.

Mas a sua tarefa bem realizada era a responsável por vários deles continuarem a viver.

Todos os que haviam precisado de um pára-quedas, um dia.

Hoje, quando Plumb inicia as suas palestras, o faz perguntando à platéia: "Quem dobrou o seu pára-quedas hoje?"

Porque a vida é assim. Todos temos alguém cujo trabalho é importante para que possamos seguir adiante.

Precisamos de muitos pára-quedas durante o dia: físicos, emocionais, mentais, espirituais.

Precisamos do coletivo e o motorista nos conduz, tendo nas suas mãos as nossas vidas. Mas nem o olhamos.

Na repartição, aguardamos o cafezinho com quase ansiedade, desejando realizar a pausa entre as tarefas e saboreá-lo, com calma.

No entanto, nos esquecemos de olhar nos olhos da funcionária que o serve, de a cumprimentar, de perguntar se está bem. Sequer lhe sabemos o nome.

Entramos no elevador, dizemos o andar que desejamos, sem desejar um bom dia ao ascensorista que passa horas, dentro daquela caixa, que sobe e desce, sem parar.

Por vezes, perdemos de vista o que é verdadeiramente importante.

Esquecemos das pessoas que nos salvam no momento oportuno sem que lhes tenhamos pedido.

Dos que nos suportam, dos que nos oferecem o ombro amigo para chorar. Dos que ouvem as nossas lamúrias e as nossas alegrias.

Deixamos de saudar, de agradecer, de dizer algo amável, de sorrir.

E que dirá dos amigos espirituais? Nosso anjo de guarda que se desvela em cuidados?

Deus, que todos os dias, pinta quadros novos de beleza para nosso deleite?

Deus, cujo amor nos sustenta, cuja misericórdia nos alcança.

Lembremos de mostrar nossa gratidão.

Um telefonema, um sorriso às pessoas. Um pequeno cartão. Um mimo inesperado em invólucro delicado.

Um instante de reflexão. Uma prece. Uma oração de gratidão.

"Obrigado, Senhor, por tudo que eu tenho. Por tudo que me dás. Pelo pão, pelo ar, pela paz. Por minha vida. Pela vida dos meus amores.

Pelo dia de hoje, obrigado, Senhor.
Angels

Reflexão...

Não viemos aqui a passeio, Deus nos criou para causas maiores!
Depende de nós modificarmos a realidade...
Valorizar as pequenas coisas de cada dia, tatuar em nossa alma a sinceridade!
Dentro de nós é que habita, desde sempre, a felicidade!

Venci

Não havia nada que eu pudesse fazer, mas fiz;

Alcançar tal coisa era impossível, eu a busquei.

Não havia mais esperança, eu a mantive...

Não restava tempo para mais nada,

mas eu lutei até a ultima hora;

Não queriam, mas eu insisti.

A ultima palavra havia sido dada, mas eu ainda falei...

Enfim, estou passando pela vida e tudo vai acontecendo,

Portas se fechando, e eu as abrindo...

E a felicidade esta em mim.

Pois, se nada tenho, por tudo lutei;

E, sem me arrepender de nada...

No futuro poderei dizer: Tentei!..

E, mesmo que a fortuna venha a mim,

Por tudo que Deus me deu,

direi a todos: " V E N C I !..."

Reflexão

Se somente eu lutar
por um mundo melhor,
um dia eu me cansarei
e, certamente, desanimarei
diante das dificuldades.

Eu sou um ser humano
e tenho também meu limite,
por mais que Deus em mim habite...

Mas, se eu tiver o teu ombro amigo
e você caminhar comigo,
com a fé que abre portas
e a tua palavra de encorajamento
nem por um momento
ficarei desanimado.

Eu irei, sim, além do meu limite
e chegarei ao castelo de sonhos
que em algum lugar sei que existe...

Eu preciso muito de você
e, certamente,
você precisa também de mim.
Vamos unir nossas forças
para nos tornarmos fortes.

Com o amor sendo um suporte
venceremos muitas barreiras
e até mesmo a morte...

Não importa o teu passado,
limitações que tenhas
e nem sua crença também.
Falhas, quem é que não tem?
Eu somente espero
que você seja sincero,
respeite minhas emoções,
ajude nos meus erros,
mas aponte também as soluções...

Vamos construir um mundo
onde haja mais justiça,
fraternidade,
paz entre as pessoas
e muita solidariedade.
Isso não é uma fantasia
e nem falo com precipitação.

Se cada um fizer um pouco,
em breve seremos uma nação
onde haverá mais coração...

Autor Desconhecido

Gratidão...

Tudo é benção!
Tudo é luz!
Tudo é vida!
Torne este momento inesquecível.Repleto de silêncio e gratidão.
Gratidão à existencia que lhe deu esta oportunidade, gratidão a todos os que auxiliam nesta jornada...
Estar vivo é o grande milagre!
Você naõ precisa de mais nada para se sentir a pessoa mais feliz do mundo!
Coração agradecido, fala diretamente com Deus!

Um novo dia

Hoje um novo dia acontece para ti.
Uma nova oportunidade de abrir os olhos
e reencontrar o teu mundo, as tuas cores,
os teus companheiros, a tua respiração,
o teu centramento, a tua direção...
Procura estar atento ao teu momento,
àquilo que viverás.
Cuida de ti, entra em contato com a tua luz divina e agradece por estares participando de mais um dia.
Ama, dança, celebra.
Vive o teu dia como se este fosse o único.
Fica atento: neste dia chegar-te-á o momento onde o aprendizado ser-te-á dado e tens que estar presente,
se ao contrário, mais uma vez,
podes perder a oportunidade.
Absorve as boas coisas que te chegarão e descarta aquelas que tiverem a intenção de
esvaziar-te o coração.
Olha sempre para onde a luz brilha
e lá estará a tua alegria, a tua serenidade.
Quando o anoitecer chegar,
deixa que tuas estrelas
possam estar presentes,
iluminando o teu céu interior e descansa.
Deus cuidar-te-á para que novamente despertes
para um novo dia.

Mensagens angels

Acerto de contas


O Espiritismo ensina que as Leis Divinas encontram-se inscritas na Natureza e na consciência de cada Espírito.
Quem se dedica a observar o mundo que o cerca, consegue assimilar o teor de tais Leis.
Entretanto, o guia mais seguro é a consciência.
Durante um tempo, o egoísmo logra turvar a percepção do estatuto Divino.
O egoísmo origina-se da identificação com a matéria.
Quanto mais sintonizado com os prazeres materiais, mais dificuldade tem o homem em ser abnegado.
Nos círculos inferiores da vida, o egoísmo representa condição de sobrevivência.
Os seres irracionais ocupam-se apenas com sua manutenção.
Quando famintos, os animais carnívoros simplesmente caçam e matam.
Se não forem hábeis e insensíveis à dor da presa, eles e seus filhotes morrem.
Um egoísmo muito marcante constitui sinal de pouca evolução.
Quem só consegue pensar no próprio bem-estar assemelha-se às feras da Natureza.
O mundo gira em redor de seu umbigo e ele não se incomoda em causar dores e desgraças aos semelhantes.
Entretanto, os Espíritos são dotados de liberdade, consciência e vontade.
Conseqüentemente, respondem por seus atos.
Nenhum ser pode dar o que não tem.
Não se esperam ações éticas de animais, pois isso está além de sua capacidade.
Mas os homens têm condições de agir com base em parâmetros éticos.
Justamente por isso, seus atos não podem ser ditados exclusivamente pelo interesse pessoal.
Os eventos dolorosos da Natureza, como a dor, a doença e a morte, são universais.
Ninguém escapa de experimentá-los, em maior ou menor grau.
A inteligência humana possibilita assimilar a essencial igualdade de todos os homens.
Essa similaridade demonstra que ser solidário é um dever elementar em face da vida.
Com o passar dos séculos, gradualmente o Espírito se compenetra dessa realidade.
Tudo o que se refere à matéria é passageiro.
Entretanto, ele possui uma consciência que sempre o acompanha.
Cada dor deliberadamente causada ao próximo nela está registrada.
As leviandades, as humilhações infligidas, tudo isso gera dor e arrependimento.
Quanto mais vivido e experiente, mais responsável é o Espírito.
Chega um momento em que o ser espiritual se desgosta do mal.
Farto de erros e baixezas, ele decide trabalhar pelo próprio aperfeiçoamento.
Então, prepara para si encarnações nas quais possa se recompor com o passado.
Não mais se preocupa com facilidades materiais.
Riqueza, beleza e poder já não lhe interessam.
Quando assume elevadas posições é apenas no intuito de melhor trabalhar para o semelhante.
O que conta mesmo é a perspectiva de se recompor perante as Leis Divinas.
À medida que perde o gosto pelas coisas materiais, o egoísmo o abandona.
Desembaraçado de preocupações mesquinhas, caminha vigorosamente para a libertação e a transcendência.
Dificuldades não o assustam, pois sua meta é elevada e sua esperança no futuro é infinita.
* * *
Se você enfrenta graves problemas e dores, talvez tenha chegado o momento de seu acerto de contas.
Não complique a sua programada recuperação espiritual com preguiça e revolta.
Consciente da transitoriedade da vida na Terra, dedique-se a conquistar o que é permanente.
Combata seu egoísmo e esforce-se por agir no bem com desinteresse.
A melhor forma de ser feliz é cuidar da felicidade do próximo.
Pense nisso.
Equipe de Redação do Momento Espírita.

A Coragem

A CORAGEM...

"A esperança tem duas filhas lindas, a indignação e a coragem;
a indignação nos ensina a não aceitar as coisas como estão;
a coragem, a mudá-las."

Coragem e ousadia

Era uma vez um riacho de águas cristalinas, muito bonito, que serpenteava entre as montanhas.
Em certo ponto de seu percurso, notou que à sua frente havia um pântano imundo, por onde deveria passar.
Olhou, então, para Deus e protestou:
Senhor, que castigo! Eu sou um riacho tão límpido, tão formoso, e o senhor me obriga a atravessar um pântano sujo como este! Como faço agora?
Deus então lhe respondeu: isso depende da sua maneira de encarar o pântano. Se ficar com medo, você vai diminuir o ritmo de seu curso, dará voltas e, inevitavelmente, acabará misturando suas águas com as do pântano, o que o tornará igual a ele.
Mas, se você o enfrentar com velocidade, com força, com decisão, suas águas se espalharão sobre ele, então, a umidade as transformará em gotas que formarão nuvens, e o vento levará essas nuvens em direção ao oceano.
Aí você se transformará em mar, realizando seu grande objetivo, seu grande sonho!

Assim é a vida, diz-nos esta singela passagem - as pessoas engatinham é nas mudanças.

Na maioria das vezes, quando ficam assustadas, paralisadas, pesadas, as pessoas tornam-se tensas e perdem a rapidez e a força.

É preciso entrar pra valer nos projetos da vida, até que o rio se transforme em mar.

Há milhares de tesouros guardados em lugares onde precisamos ir para descobri-los. Há tesouros guardados numa praia deserta, numa noite estrelada, numa viagem inesperada.

O mais importante é ir ao encontro deles, ainda que isso exija uma boa dose de coragem e desprendimento.

É certo que não precisa procurar o sofrimento, mas se ele fizer parte da conquista, enfrente-o e supere-o.

Arrisque, Ouse, Avance.

A vida é uma aventura gratificante para quem tem coragem.

Coragem de tentar ser melhor do que já se é.

Coragem de se aproximar das pessoas, e abrir seu coração, e lhes pedir perdão.

Coragem de parecer covarde aos olhos do mundo, quando oferecer a face do amor a quem lhe oferecer a face da violência.

Coragem de assumir seus erros perante os outros, dominando enfim o ego orgulhoso.

Coragem para declarar-se crente em Deus, adepto de uma filosofia, de uma religião.

Coragem de mostrar seus sentimentos nobres, sem ter receio de parecer tolo. Coragem de dizer "eu te amo".

Somos riachos perenes que aguardam o momento de encontrar o mar sublime.


Cada passo que damos, cada obstáculo contornado, cada vitória conquistada, mostra-nos que estamos a cada dia mais perto de descobri-lo.
Mensagens angels
DEUS ESTÁ OLHANDO...

Deus está olhando para você.

Não é possível fugir ao Seu olhar.

Ele enxerga seus menores pensamentos.

Vê as condições de sua alma. Nada escapa à observação divina.

Não tente "fugir" de Deus.

"Esconder-se". Praticar qualquer ação que Ele "não esteja vendo".

Tudo fica gravado na sua mente.

A menor idéia, a pequeníssima ação.

Mesmo que você não se lembre, Deus sabe "ler" o que você nela "escrever".

Mostre-se a Deus. Pense somente em coisas boas, que Ele aprova.

Fique feliz porque ele está lhe vendo.

Nós gostamos do olhar de Deus

quando estamos em paz conosco mesmo.

Lourival Lopes

O Amor Incondicional...


"Ainda que eu fale as línguas dos homens e dos anjos, se não tiver amor serei como o bronze que soa ou como o címbalo que retine. Ainda que eu tenha o dom de profetizar e conheça todos os mistérios e toda a ciência; ainda que eu tenha tamanha fé, a ponto de transportar montes, se não tiver amor, nada serei. E ainda que eu distribua todos os meus bens entre os pobres e ainda que entregue o meu próprio corpo para ser queimado, se não tiver amor, nada disso me aproveitará". (I Coríntios 13.1-3).

Conto Judaico

Image Host

Uma tarde, muito desconsolada e triste, a verdade encontrou
a Parábola, que passeava alegremente, num traje
belo e muito colorido.
- Verdade, porque estás tão abatida?
- perguntou a Parábola.
- Porque devo ser muito feia já que os homens
me evitam tanto!
- Que disparate! - riu a Parábola - não é por isso
que os homens te evitam.Toma, veste algumas das
minhas roupas e vê o que acontece.

Então a Verdade pôs algumas das lindas vestes
da Parábola e, de repente, por toda à parte onde passava
era bem vinda.
- Pois os homens não gostam de encarar a
Verdade nua; eles a preferem disfarçada."
(Conto Judaico)

O poder da Oração





O Poder da Oração

"Enquanto eu servia em um pequeno hospital, na África, a cada duas semanas eu ia, de bicicleta, por dentre a selva, até uma cidade próxima, para comprar provisões. Esta era uma jornada de dois dias e era necessário acampar à noite, na metade do caminho.Em uma dessas jornadas, cheguei a cidade, onde planejava sacar meu dinheiro no banco, comprar medicamentos e provisões, e depois iniciar meus dois dias de jornada de regresso ao hospital.Quando cheguei à cidade, observei dois homens brigando e um deles havia sido seriamente ferido. Tratei dos seus ferimentos e ao mesmo tempo lhe falei do Senhor Jesus Cristo.Viajei por dois dias, acampando à noite, e cheguei em casa sem nenhum incidente. Duas semanas depois, repeti minha jornada. Quando cheguei a cidade, fui abordado por aquele jovem homem, cujas feridas eu havia tratado.Ele me disse que sabia que eu levava dinheiro e provisões. Prosseguiu dizendo-me:'Alguns amigos e eu te seguimos até a selva, sabendo que você ia acampar à noite Nós planejamos matá-lo e tomar o seu dinheiro e medicamentos. Todavia, justamente quando íamos atacar o seu acampamento, vimos que estava protegido por 26 guardas armados'.Então comecei a rir e lhe disse que com certeza eu estava sozinho no acampamento, no meio da selva. O jovem homem apontou em minha direção e me falou:


'Não, senhor, não estava só, pois vi os guardas. Meus cinco amigos também os viram e nós os contamos. Por conta desses guardas, nos assustamos e te deixamos tranqüilo'.Quando da sua volta, o missionário contou isso no sermão, e um dos homens da igreja se pôs em pé, interrompeu a mensagem e lhe perguntou se ele poderia dizer exatamente em que dia isso se sucedeu. O missionário contou à congregação o dia e então o homem que lhe interrompeu contou esta história:


'Na noite do seu incidente na África aqui era manhã e eu estava me preparando para ir jogar golfe. Estava a ponto de sair de casa quando senti a urgência de orar por você. De fato, a urgência do Senhor era tão forte que chamei vários homens da igreja para nos encontrar aqui, no santuário, para orar por você. Poderiam os homens que se reuniram comigo aqui naquele dia, porem-se de pé?'


Então todos os homens que se reuniram naquele dia se puseram de pé. O missionário ficou surpreso quando aquele homem começou a contá-los. Eram 26.


Esta história é um exemplo incrível de como o Espírito do Senhor se move de maneira misteriosa.

A beleza


Aspiração humana, a beleza física atinge em cheio nosso senso estético. Enche os olhos com suas cores e formas. Atrai, desperta desejos. Quem não a quer?
Mas a beleza também traz consigo o pesado tributo da inveja, da cobiça, da vaidade e do orgulho.
Mesmo assim, todos a queremos. Faz parte da natureza humana desejar sobressair-se, destacar-se por algo que os demais não têm.
Por isso estendemos nosso desejo de beleza física para parceiros, filhos, roupas, casa, jardim, objetos. Queremos beleza em tudo, a toda hora. E rejeitamos automaticamente o que consideramos feio.
Mas, o que é a beleza física? Um corpo perfeito, um rosto adorável? Cabelos brilhantes? Tudo isso é tão passageiro.
O corpo envelhece e um dia morrerá.
Cuidar do corpo é fundamental, mantê-lo limpo, bem cuidado, é dever de todos nós. Mas não precisamos transformar o corpo no centro absoluto de nossa atenção.
E como vemos isso acontecer, não é? Tanta gente que permanece horas sem fim em academias, gastando muito dinheiro em cirurgias plásticas, lipoaspirações, remédios para emagrecer, cremes para retardar o envelhecimento.
Uma saudável vaidade não é condenável. Querer estar bem, não afrontar os demais com uma aparência maltratada é o ideal. Mas há um limite para os exageros. E esse limite por vezes é ultrapassado.
O problema que isso tudo gera é que, ao fim da vida, o que será daquele cuja atenção total estava no corpo?
É por isso que vemos gente que envelhece atormentada, sem aceitar a própria idade, sem conseguir ser feliz. Há tantos que sofrem por causa da musculatura flácida, das rugas e da perda de viço da pele.
Mas sofrer por isso não parece desnecessário?
Sim. Devemos evitar cultivar o sofrimento em qualquer circunstância, especialmente por causa de um corpo que está destinado a desaparecer, voltar ao pó.
E, no entanto, a beleza da alma – que ficará para todo o sempre – raros se lembram de cultivar.
Essa beleza esplêndida, que se manifesta em gestos de amor, em palavras gentis, em paciência, doçura e serenidade.
Acredite: as atitudes afetuosas são os cremes que retiram a fealdade espiritual. São as cirurgias plásticas que restauram a beleza moral. Elas são o nosso principal investimento para o futuro.
Mas não pense que as coisas são simples como um estalar de dedos. Para exercitar a beleza da alma é necessário mais do que uma simples vontade. É preciso disciplina. E muito importante é ter os olhos voltados para algo além da vida na Terra.
Se você observar cuidadosamente, verá que a maioria das pessoas se prende demais aos valores materiais. A sensação que se tem é que a curta vida na Terra é o centro de toda atenção da maioria da Humanidade.
Raros são os que fixam seu pensamento em Deus e buscam agir de acordo com as leis criadas por Ele.
Esses encaram a vida na Terra somente como uma passagem. Por isso eles trabalham, agem, relacionam-se com as pessoas, mas têm profunda consciência de que tudo é passageiro e impermanente.
Viver assim tem suas dificuldades. Primeiro, porque a sedução da Terra é muito grande. Os prazeres, condições e sensações materiais têm apelos muito fortes.
Eles nos atraem, prendem e nos mantém atados às cadeias das paixões e alegrias momentâneas.
Assim, os que desejam cultivar a beleza da alma devem ter disciplina porque precisam estar focados nos valores imortais da vida para perceber a prisão que é a vida terrena, para não se deixar aprisionar pela ilusão corporal.
Esses, com os olhos postos nas estrelas, sabem que a vida é muito mais que a carne do corpo, que fazemos parte do imenso Plano Divino, onde a única beleza que importa é a do Espírito que vive para o bem.
Pense nisso!
Redação do Momento Espírita.

Bases para reforma social

Vivemos a era do desenvolvimento científico e dos avanços tecnológicos.

No entanto, embora a satisfação e o conforto que os avanços proporcionam para a vida material, não conseguem preencher o vazio da alma.

O homem aspira qualquer coisa de superior, sonha com melhores instituições, deseja a vida, a felicidade, a igualdade, a justiça para todos.

Mas, como atingir tudo isso com os vícios da sociedade e, sobretudo, com o egoísmo imperando?

O homem sente a necessidade do bem para ser feliz e compreende que só o bem pode lhe dar a felicidade pela qual aspira.

Mas, como ocorrerá isso?

Ora, se o reino do bem é incompatível com o egoísmo, é preciso que o egoísmo seja destruído.

Mas, o que pode destruí-lo? A predominância do sentimento do amor, que leva os homens a se tratarem como irmãos e não como inimigos.

A caridade é a base, a pedra angular de todo edifício social. Sem ela o homem construirá sobre a areia.

Assim sendo, se faz urgente que os esforços e, sobretudo os exemplos de todos os homens de bem, a difundam.

Mas como exemplificar o bem num meio corrompido pela maldade, a violência, a corrupção?

Está nos desígnios de Deus que, por seus próprios excessos, as más paixões se destruam. O excesso de um mal é sempre o sinal de que chega ao seu fim.

No entanto, sem a caridade o homem constrói sobre a areia. Um exemplo torna isso compreensível.

Alguns homens bem intencionados, tocados pelos sofrimentos de uma parte de seus semelhantes, supuseram encontrar o remédio para o mal em certas doutrinas de reforma social.

Vida comunitária, por ser a menos custosa; comunidade de bens para que todos tenham a sua parte; nada de riquezas, mas, também, nada de miséria.

Tudo isso é muito sedutor para aquele que, não tendo nada, vê, antecipadamente, a bolsa do rico passar ao fundo comunitário sem cogitar que a totalidade das riquezas, postas em comum, criaria uma miséria geral ao invés de uma miséria parcial.

Que a igualdade, estabelecida hoje, seria rompida amanhã pela mobilidade da população e a diferença entre aptidões.

Que a igualdade permanente de bens supõe a igualdade de capacidades e de trabalho. Mas a questão não é examinar o lado positivo e o negativo desses sistemas.

O fato é que os autores, fundadores ou promotores de todos esses sistemas, sem exceção, não visaram senão a organização da vida material de uma maneira proveitosa a todos.

A finalidade é louvável, indiscutivelmente. Resta saber se, nesse edifício, não falta a base que, só ela, poderia consolidá-lo, admitindo-se que fosse praticável.

A vida comunitária é a abnegação mais completa da personalidade.

Ora, o móvel da abnegação e do devotamento é a caridade, isto é, o amor ao próximo.

Um sistema que, por sua natureza, requer para sua estabilidade virtudes morais no mais supremo grau, haveria que ter seu ponto de partida no elemento espiritual.

Pois muito bem, ele não o leva absolutamente em conta, já que o lado material é a sua finalidade exclusiva.

Isso quer dizer que são enfeitadas com o nome da fraternidade, mas a fraternidade, assim como a caridade, não se impõe nem se decreta, é algo que existe no coração e não será um sistema que a fará nascer.

Ao mesmo tempo em que isto ocorre, o defeito antagônico à fraternidade arruinará o sistema e o fará cair na anarquia, já que cada pessoa quererá tirar para si a melhor parte.

A experiência aí está, diante de nossos olhos, para provar que eles não extinguem nem as ambições nem a cobiça.

Os homens podem fundar colônias sob o regime da fraternidade tentando fugir ao egoísmo que os esmaga, mas o egoísmo seguirá com eles como vermes roedores.

E lá, onde se acham, haverá exploradores e explorados, se lhes falta a caridade.

Por todas essas razões é que nunca haverá reforma social que se sustente em sistemas que não levem em conta o elemento espiritual.

É incontestável que antes de fazer a coisa para os homens, é preciso formar os homens para a coisa, como se formam obreiros, antes de lhes confiar um trabalho.

Pensemos nisso!

Allan Kardec

Ação de Paz




O Espírito Emmanuel, através da mediunidade de Chico Xavier, escreveu, certa feita, uma mensagem que intitulou ação de paz.
Eis o seu conteúdo:
“Aflição condensada é semelhante à bomba de estopim curto, pronta a explodir a qualquer contato esfogueante.
Indispensável saber preservar a tranqüilidade própria, de modo a sermos úteis na extinção dessa ou daquela dificuldade.
Decerto que para cooperar no estabelecimento da paz, não nos seria lícito interpretar a calma por inércia.
Paciência é a compreensão que age sem barulho, em apoio da segurança geral.
Refletindo com acerto, recebe a hora de crise sem qualquer idéia de violência, porque a violência sempre induz ao estrangulamento da oportunidade de auxiliar.
Diante de qualquer informação desastrosa, busca revestir-te com a serenidade possível para que não te transformes num problema, pesando no problema que a vida te pede resolver.
Não afogues o pensamento nas nuvens do pessimismo, mentalizando ocorrências infelizes que provavelmente jamais aparecerão.
Evita julgar pessoas e situações em sentido negativo para que o arrependimento não te corroa as forças do espírito.
Se te encontras diante de um caso de agressão, não respondas com outra agressão, a fim de que a intemperança mental não te precipite na vala da delinqüência.
Pacifica a própria sensibilidade, para que a razão te oriente os impulsos.
Se conservas o hábito de orar, recorre à prece nos instantes difíceis, mas se não possuis essa bênção, medita suficientemente antes de falar ou de agir.
Os impactos emocionais, em qualquer parte, surgem na estrada de todos; guarda, por isso, a fé em Deus e em ti mesmo, de maneira a que não te afastes da paz interior, a fim de que nas horas sombrias da existência possa a tua paz converter-se em abençoada luz.”
As palavras lúcidas de Emmanuel nos sugerem profundas reflexões em torno da nossa ação diária.
Importante que, na busca pela paz não venhamos a ser causadores de desordem e violência.
Criando um ambiente de paz na própria intimidade, poderemos colaborar numa ação efetiva para que a paz reine em nosso lar, primeiramente, e, depois possa se estender mundo afora.
Se uma pessoa estiver permanentemente em ação de paz, o mundo à sua volta se beneficiará com essa atitude.
E se a paz mundial ainda não é realidade em nosso planeta, façamos paz em nosso mundo íntimo. Essa atitude só depende de uma única decisão: a sua.
***
A sua paz interior é capaz de neutralizar o ódio de muitas criaturas.
Se você mantiver acesa a chama da paz em sua intimidade, então podemos acreditar que a paz mundial está bem próxima.
Porque, na verdade, a paz do mundo começa no íntimo de cada um de nós.
Momento espírita

Sobre a Duração do Arco-íris

Sobre a duração de um arco-íris

Se um arco-íris dura mais do que quinze minutos, não o olhamos mais.
A constatação é do filósofo alemão Goethe e representa muito do que vai na alma humana, nestes dias.
Nós, da geração do imediato, do prático, do instantâneo, acabamos tendo dificuldade em nos demorarmos em qualquer experiência que seja, mesmo que prazerosa.
Por que será que muitos de nós acostumamos com a beleza e, então, deixamos de contemplá-la?
Por que será que muitos nos habituamos com as coisas boas que temos na vida e deixamos de valorizá-las?
Alguns não observamos mais as estrelas como se, depois de algum tempo, perdessem sua grandiosidade, seu mistério e deixassem de ser interessantes.
Alguns esquecemos de olhar o pôr-do-sol. Afinal, ele acontece todo dia e talvez não nos surpreenda mais...
Outros deixamos de admirar a esposa, o marido, os filhos, como se esses arco-íris, que temos ao nosso lado, perdessem suas cores ao longo da convivência.
Alguns ainda deixam de se deslumbrar com a própria existência, após alguns anos de luta, esquecendo que cada dia é um novo milagre, uma nova chance, um novo arco-celeste multicolor.
De tão focados no trabalho e nas questões práticas da vida cotidiana, que aprendemos a ser, acabamos nos tornando grandes distraídos.
Sim, distraídos no sentido de esquecidos, pouco atenciosos no que diz respeito às questões mais importantes da existência.
Por isso, em alguns momentos na vida precisamos parar tudo. Parar até de pensar tantas coisas ao mesmo tempo.
As técnicas de meditação nos ensinam este valioso hábito: limpar a mente. Pensar numa coisa de cada vez. Pensar em algo por muito tempo, sem deixar que a mente fique pulando de galho em galho.
Precisamos aprender a observar cada arco-íris até o fim, saboreando esses instantes de maravilhosa beleza, sem deixar que passem, assim, correndo, ou tão rápido, como dizemos popularmente.
A pressa não é apenas inimiga da perfeição mas também da alegria, do deleite e das emoções verdadeiras.
* * *
Pare e observe.
Pare e observe algo simples mas fascinante, como a disposição dos galhos numa grande árvore. Imagine quantos seres têm sua moradia ali, escondidos, mas vivos e atuantes no ecossistema.
Pare e observe uma porção de água qualquer: um pequeno lago, uma poça ou até mesmo a água dentro de um copo.
Perceba o comportamento dela quando se gera alguma vibração. Note a forma das ondas.
Coloque a ponta de um dos dedos e sinta a temperatura, a forma com que ela o envolve.
Pare e observe uma criança dormindo. Acompanhe a calma da respiração, a paz de sua expressão, a beleza dos traços...
Pare e observe a vida, os dias, as pessoas. Pare e observe o amor, onde quer que esteja.
Nossa alma se acalma, ganha forças e se aproxima do Criador, sem esforço, sem tensão.
Pare e observe...
Redação do Momento Espírita.

Audioteca Sal e Luz

AUDIOTECA SAL E LUZ

São áudios de 2.700 livros que podem ser enviados a deficientes visuais.
Divulgue, por favor!
Eles não precisam de dinheiro, mas de DIVULGAÇÃO!!!
Procure o sitehttp://www.audioteca.org.br/catalogo.htm
e veja os nomes dos livros falados disponiveis.

Caros amigos,
Venho por meio deste blog divulgar o trabalho maravilhoso que
é realizado na Audioteca Sal e Luz e corre o risco de acabar.
A Audioteca Sal e Luz é uma instituição filantrópica, sem fins lucrativos,
que produz e empresta livros falados (audiolivros).
Mas o que seria isto?
São livros que alcançam cegos e deficientes visuais, (inclusive os
com dificuldade de visão pela idade avançada) de forma totalmente
gratuita.
Seu acervo conta com mais de 2.700 títulos que vão desde
literatura em geral, passando por textos religiosos até textos e provas
corrigidas voltadas para concursos públicos em geral. São emprestados
sob a forma de fita K7, CD ou MP3.
E agora, você está se perguntando: O que eu tenho a ver com isso?
É simples. Nos ajude divulgando. Se você conhece algum cego ou
deficiente visual, fale do nosso trabalho. DIVULGUE!
Para ter acesso ao nosso acervo, basta se associar na nossa sede,
que fica situada à Rua Primeiro de Março, 125- Centro. RJ.
Não precisa ser morador do Rio de Janeiro.
A outra opção, foi uma alternativa que se criou face a dificuldade
de locomoção dos deficientes na nossa cidade. Eles podem
solicitar o livro pelo telefone, escolhendo o título pelo site, e
enviaremos gratuitamente pelos Correios.
A nossa maior preocupação reside no fato que, apesar do governo
estar ajudando imensamente, é preciso apresentar resultados. Precisamos
atingir um número significativo de associados, que realmente contemplem
o trabalho, se não ele irá se extinguir e os deficientes não poderão
desfrutar da magia da leitura. Só quem tem o prazer na leitura, sabe
dizer que é impossível imaginar o mundo sem os livros...
Ajudem-nos, Divulguem!
Atenciosamente,

Christiane Blume - Audioteca Sal e Luz
Rua Primeiro de Março, 125- 7. Andar
Centro- RJ. CEP 20010-000
Fone: (21) 2233-8007 (21) 2233-8007

Horário de atendimento: 08 às 16 horashttp://audioteca.org.br/noticias.htm

A mentira tem perna curta

Cachoeira Pictures, Images and Photos


A MENTIRA TEM PERNA CURTA

A Bíblia diz que “existem sete coisas que o Deus Eterno detesta e que não pode tolerar: o olhar orgulhoso, a língua mentirosa, mãos que matam gente inocente, a mente que faz planos perversos, pés que se apressam para fazer o mal, a testemunha falsa que diz mentiras e a pessoa que provoca brigas entre amigos” (Provérbios 6.16-19). É interessante que a mentira é mencionada duas vezes e está diretamente envolvida com as outras cinco coisas detestáveis por Deus.

Tempos atrás assisti pela televisão um filme cômico em que um advogado corrupto, de uma hora pra outra, não conseguia mais mentir. Sua vida complicou, não pôde defender uma cliente desonesta, dizia tudo o que pensava, e se meteu em muitas situações constrangedoras. Fico imaginando como seria este mundo se ninguém mais conseguisse mentir: os assassinos e ladrões seriam presos, os adultérios descobertos, muitos políticos perderiam seus cargos, algumas igrejas não fariam mais milagres e perderiam fiéis, as propagandas não conseguiriam colocar certos produtos no mercado. Enfim, muita coisa iria mudar no comércio, na política, na religião, na família, nos relacionamentos, e em nossa vida.

O apresentador "fulano de tal" deve estar muito arrependido com a farsa em seu programa no Domingo . Se tudo não tivesse sido descoberto estaria feliz da vida com os índices de audiência. Mas a mentira tem perna curta e todos sabem disto. Cedo ou tarde a verdade vem à tona. E hoje a própria tecnologia está encurtando ainda mais as pernas da mentira quando quase tudo pode ser monitorado e provado. É a vingança da máquina contra o próprio criador. Por isto, os mentirosos que aguardem: um dia a máscara vai cair, e dependendo do tamanho da farsa, o tombo vai ser feio.

O melhor então é viver sem mentiras, livre de máscaras, de hipocrisia, de falsidade. Não nesta idéia moderna de ser totalmente transparente e pouco preocupado com os conceitos morais. Estamos falando daquilo que disse Jesus: “se vocês obedecerem às minhas palavras ... conhecerão a verdade e a verdade os libertará” (João 8.32). Isto é dito num contexto do pior tipo de mentira. Os judeus orgulhavam-se por suas credenciais religiosas e estufavam o peito por coisas que faziam ou deixavam de fazer. Não acreditando na divindade de Jesus conforme as profecias do Antigo Testamento, ouviram o que não queriam: “Vocês são filhos do Diabo ... Quando o Diabo mente, está apenas fazendo o que é o seu costume, pois é mentiroso e pai de todas as mentiras. E, porque eu digo a verdade, vocês não crêem em mim” (João 8.44,45).

Todas as mentiras vêm de um lugar só: do coração pecaminoso (Marcos 7.21). Ninguém aprende a mentir. É coisa de cada um. “Se dissermos que não temos pecados, enganamos a nós mesmos, e não há verdade em nós” (1 João 1.8). Assim, a grande mentira é dizer que não mentimos. E a grande blasfêmia nisto é que, “se dissermos que não temos cometido pecados, fazemos de Deus mentiroso” (1 João 1.10). Então pra que viver enganando-se a si mesmo? Melhor é fazer o que diz o apóstolo: “se confessarmos os nossos pecados a Deus, ele cumprirá a sua promessa e fará o que é justo: perdoará os nossos pecados e nos limpará de toda a maldade” (1 João 1.9).

Não tem coisa mais saudável do que sempre dizer a verdade. É evidente que algumas coisas vão complicar, sobretudo nos negócios e na política. Mas quando a verdade está no coração (me refiro a Cristo), então acontece como neste filme em que o advogado não conseguia mais mentir. Perde-se prestígio, audiência, amigos, dinheiro, mas ganha-se honra, crédito, consciência tranqüila, e o mais importante, a aprovação de Deus.

Além disto, cabe ainda sublinhar o que diz aquele que é a Verdade: “Pois todos os que fazem o mal odeiam a luz e fogem dela, para que ninguém veja as coisas más que fazem. Mas os que vivem na luz de acordo com a verdade procuram a luz a fim de que a luz mostre que obedecem a Deus naquilo que fazem” (João 3.20,21).

Pastor Marcos Schmidt
e-mail: marsch@...

Reflexão...

Abra as janelas do seu coração, deixe a porta aberta e mantenha um sorriso.
Acredite: Você se faz a cada amanhecer!

Reflexão...



"Por quanto tempo continuarás queixando-se, reclamando?

Vamos levante a cabeça e siga em frente...caminhe seguro porque aqueles que falam de você, vão ficar parados atrás sem progredir.

E quando eles perceberem, você já progrediu tanto que eles o perderam de vista..."

Descobrindo a grandeza das coisas anônimas

Free Image Hosting

Leve seus filhos a encontrar os grandes motivos para serem felizes nas pequenas coisas.
Uma pessoa emocionalmente superficial precisa de grandes eventos para ter prazer.
Uma pessoa profunda encontra prazer nas coisas ocultas.
Uma pessoa profunda sente prazer nos fenômenos aparentemente imperceptíveis:

no movimento das nuvens,
no bailar das borboletas,
no abraço de um amigo,
no beijo de quem ama,
num olhar de cumplicidade,
no sorriso solidário de um desconhecido.

Felicidade não é obra do acaso.
Felicidade é um treinamento.
Treine suas crianças para serem excelentes observadoras.
Saia pelos campos ou pelos jardins, faça-as acompanhar o desabrochar de uma flor e descubra, juntamente com elas, o belo invisível.
Sinta com seus olhos as coisas lindas que estão ao seu redor.

Leve os jovens a enxergar os singelos momentos, a força que surge nas perdas, a segurança que brota do caos, a grandeza que emana dos pequenos gestos.

As crianças serão felizes se aprenderem a contemplar o belo nos momentos de glória e de fracassos, nas flores das primaveras e nas folhas secas
do inverno.

Eis o grande desafio da educação da emoção!

Para muitos, a felicidade é loucura dos psicólogos, delírio dos filósofos, alucinação dos poetas.

Eles não entenderam que os segredos da felicidade se escondem nas coisas simples e anônimas, tão distantes e tão próximas deles.

Augusto Cury
Do livro: "Pais Brilhantes, Professores Fascinantes"

A escada da vida...


A vida é comparada a uma eterna escada rolante, onde o tempo nos apressa o passo na escalada para o degrau seguinte,num continuado seguir, ou um eterno seguir...

"Eu sou o caminho, a verdade e a vida", disse Ele, e completou aquele que crerem mim, jamais morrerá.

Se não existir verdade nessas palavras, aonde iremos encontrá-la?

Se assim fora seríamos órfãos do conhecimento da verdade, estariamos vagando no mundo, sem destino, semelhante ao cometa errante, caminhando à procura do que não existe.

Mas não somos um cometa errante, somos almas nascidas de uma verdade sob a verdade.Por isso temos vida, consciência da eternidade de quem nos ensinou e como Ele, somos todos eternos.

Subimos a escada da vida e quando pensamos que alcançamos o topo, já cansados pelo próprio tempo, perdemos a consciência do existir, num já conhecido morrer, para novamente renascer e prosseguir nessa linda escada da vida, até chegar a vez de alcançarmos a porta e, ao dentrar Dele ouvir: Sede bem-vindos benditos de meu Pai, chegai a minha mesa e saboreai o manjar da verdadeira vida.




Paz e Luz em seu coração!




(Edilson Xavier de Menezes/Edmen))

Escolhas



Photo Sharing

“Cada um de nós tem muitas escolhas, e podemos, a cada momento da vida, fazer novas escolhas. Não precisamos continuar a ser uma vítima do ambiente em que vivemos. Contudo, para encontrar um outro caminho, precisamos trabalhar muito para não dar respostas reflexas que se baseiam nas nossas experiências e condicionamentos passados.

Podemos preferir olhar para dentro de nós mesmos a cada dia para ver se há resíduos de medo, julgamento, raiva ou ódio. Se os encontrarmos, podemos preferir ver o valor de mudar nossa mente, deixando de lado os pensamentos negativos e os julgamentos. Essas novas escolhas é que irão mudar a nossa vida. Podemos resolver, a qualquer momento, criar um presente que não seja determinado pelas sombras do temido e doloroso passado. Podemos escolher um presente que se baseie no amor e no perdão.

Podemos nos lembrar que a paz de espírito só se tornará uma realidade quando neutralizarmos os julgamentos negativos que fazemos uns dos outros, e acreditarmos, de todo coração, na igualdade. Não conquistaremos a paz de espírito até que tenhamos pelos outros o mesmo interesse que temos por nós mesmos.

Quando enxergarmos a luz dos outros, o poder milagroso do amor virá fazer parte de nossa vida. Quando isso acontecer, quando começarmos a mudar nossa mente, nossa vida também irá mudar e o preconceito e a discriminação começarão a desaparecer da face da Terra.

Gerald Jampolsky em "Mude sua mente, transforme sua vida"

Afirmação do Movimento

Free Pictures

O que quer que esteja me segurando
Com a mesma força vai me soltar
O que quer que esteja me impedindo
Com a mesma força vai me impulsionar
O que quer que esteja me paralisando
Vai agora com a mesma força me movimentar

O que quer que esteja me emperrando
Vai agora me empurrar

O que quer que esteja me limitando
me parando
me atrasando
me freando
me atrofiando
me cerceando

Vai agora com a mesma força me fazer superar
me expandir
me libertar
me engrenar
me fortalecer
me acelerar
me desenvolver
me extravasar
me ampliar
me engrandecer

O que quer que esteja me podando
me negando
me bloqueando
me imobilizando
me entravando

Vai com a mesma força me revelar
me fazer sobressair
me afirmar
me fazer prosseguir
me motivar
me impelir

Estou livre dessas amarras
dessa prisão
desse casulo
desse gesso
desse obstáculo

Estou livre para exercer com plenitude
Tudo o que a mim Deus confiou

Ele confia a mim
Ele confia em mim
Estou pronto(a) para assumir esse poder!
Sabedoria dos mestres

Reflexão...

Resista um pouco mais...,mesmo que as feridas latejem e que sua coragem esteja cochilando.
Resista mais um minuto e será fácil resistir aos demais.
Resista mais um pouco, mesmo que a sua coragem esteja na CTI.
Resista, porque o último instante da madrugada é sempre aquele que puxa a manhã pelo braço e essa manhã bonita e ensolarada, sem algemas nascerá para você em breve, desde que você resista...
Resista, porque estamos sentados nas arquibancadas do tempo, torcendo ansioso para que você resista e ganhe de DEUS o troféu que merece...



(desconheço autoria)