A diferença entre o olhar e o ver


Para que exista uma obra de arte, uma escultura, por exemplo, são necessários o artista, a concepção do artista, uma habilidade desenvolvida pelo artista, um material moldável e ferramentas apropriadas. De que serviria tudo isto sem um observador congruente com a tarefa de ver?

Da ideia até a escultura (ou obra finalizada), várias fases são cumpridas e elas não são evidentes no trabalho realizado. Contudo, sem a matéria inerte, a pedra ou rocha, sem a idéia, sem o artista, sem as ferramentas corretas, nada aconteceria e não teríamos o que admirar com nossos olhos. Estes são, ao mesmo tempo, nosso veículo para olhar, mas só realmente vê aquele que consegue perceber a ideia do artista, sua humanidade, personalidade, maturidade, sensibilidade, a natureza peculiar da rocha (ou qualquer outro material, como a madeira) e, quem sabe, até os efeitos destas ou daquelas ferramentas usadas. Olhar depende dos olhos, mas o ver depende da consciência.

Luís Vasconcellos