Quando perdemos Deus

Quando perdemos Deus


Disse um discípulo ao seu mestre:
"Mestre, há dias em que minha cruz parece tão pesada, que chego a pensar que perdi Deus. Vou para todos os cantos da casa em busca de um sinal de que Ele ainda está comigo"
Respondeu o mestre:
"Você não O buscou em gavetas, armários e estantes.
Tire das gavetas e dos armários todas as roupas e calçados há tanto tempo guardados e que você não usa.

Tire de outros armários louças, vasilhames e utensílios há tanto tempo também sem uso.
Tire das estantes os livros empoeirados, lápis, canetas e papéis.
Tire daquele cômodo há tanto tempo fechado os brinquedos esquecidos e as sobras de materiais de construção.
Tire daquele pequeno armário todas as amostras grátis de remédios, que você guarda só por hábito.
Em seguida faça pacotes e entregue àqueles que dão assistência aos pobres, às crianças, aos idosos, aos doentes e aos animais.
Após essas providências você sentirá a agradecida Presença de Deus.
O que para você é inútil e largado no escuro, para outros é manifestação de Luz.
Quando os pesados pacotes forem abertos, você terá aliviado o peso da sua cruz"

Silvia Schmidt