Supere-se


Supere-se

Supere a si mesmo. Mesmo que sejam movimentos lentos, de pouca amplitude... Mesmo que seja apenas um passo, se este for o seu desafio de hoje - supere-se! Afinal, o nosso compromisso diário, na verdade, não é superar quem quer que seja: o nosso desafio, minuto a minuto, é superar a nós mesmos, sermos melhores do que fomos anteriormente.

Muitas vezes, a vida nos obriga, aparentemente, a recomeçar. Mas cada recomeço é diferente, porque a cada recomeço contamos com aprendizados, conhecimentos que não tínhamos no anterior. Ou seja, cada recomeço é um chamado para que nos superemos, aplicando aos novos desafios os conhecimentos que acumulamos.

Os desafios podem vir de várias formas, mas são sempre um estímulo para que evoluamos. Eles vêm para nos obrigar a nos movimentar - de preferência, para cima e para o alto; mas, na maioria das vezes, conseguimos nos mover apenas para os lados... Ainda assim, há aprendizado que - num novo desafio se saberemos aplicá-lo - poderá ser útil no futuro.

A vida continuamente nos incitará, pois é sua característica primordial ser instigante. E ela nos obrigará a caminhar - mesmo quando freia nossos movimentos. E ainda quando nos recusamos a aprender, ainda quando nos recusamos a caminhar, a evolver - o próprio viver nos modifica, nos transforma.

De modo que de transformações sucessivas não escapamos - nem com a morte - que, aliás, nem existe, porque todo fim é um recomeço - e, portanto, a morte é apenas o início de um novo desafio - que nos cumpre superar.

E superar o que é mesmo? Superar é ultrapassar, ir além; é sobrelevar, levantar-se, erguer-se; superar é, sobretudo, vencer! E qual é sempre a nossa maior vitória? A que conquistamos sobre nós mesmos.

(Lia Lopes)